segunda-feira, 2 de junho de 2008

A CIGARRO ATRAPALHA A NOSSA VIDA?

Antigamente, a gente até achava agradável o cheiro da fumaça do cigarro. Mas hoje, com tantos produtos químicos adicionados a ele, torna-se insuportável ficar perto de quem fuma. Que o digam as pesquisas e as notícias médicas. Uma pessoa que fuma é antes de tudo mau-cheirosa. Depois, inconveniente, porque toma todas as entradas de bares, lanchonetes e passagens estreitas obrigando os que freqëntam estes ambientes a respirarem um ar poluído e desagradável, que nos levará certamente ao hospital a longo prazo, quando não ao cemitério. Digo mal cheirosa porque a pessoa que fuma ao se aproximar da gente, exala aquele cheiro de coisa velha e ardida, tão desagradável quanto o mau-hálito. Inconveniente quando vem à sua casa onde ninguém fuma e ao sair deixa a mesma toda infectada, obrigando-nos a fazer uma faxina geral, como se ela tivesse defecado em nossa sala. Até mesmo nos sanitários, quando nos deparamos com bitucas de cigarro atiradas no mictório ou no vaso e via de regra, sem ter dado a descarga. É preciso que alguma coisa seja feita para que se proíba o uso de cigarro em sociedade.

ESTAMOS A CAMINHO DA DEVASTAÇÃO DO PLANETA?

Viajando pelas estradas da Bahia e Minas Gerais, no fim de julho último, passei horas ao lado de minha garota Luci, curtindo belas e verdes ...