QUANDO O BRASIL SE TORNARÁ REALMENTE UMA DEMOCRACIA?

A palavra democracia vem de duas palavras do idioma grego DEMÓS(POVO) e KRATIA(PODER), e tem o significado de poder do povo exercido em favor do próprio povo. Portanto, o POVO através do voto, nomeia representantes para criar leis que organizam o modo de vida, orçamento e saúde da sociedade de um país. Acima de tudo, existe ainda a Declaração Universal dos Direitos Humanos, onde está escrito em letras claras que todos somos iguais perante a lei. Isso, em qualquer lugar do mundo. Por isso, quando não somos atendidos em nossos direitos em nosso país, podemos buscar na ONU ou em qualquer outro país participante dela (portanto signatários de Declaração Universal) esses direitos. No Brasil, percebemos claramente que muito se fala em Democracia, muito se fala em punição contra propaganda enganosa; muito se fala em direitos iguais para todos, etc. Mas não é o que acontece: Senão vejamos: 1 – Não temos direito a ir e vir sem sermos assaltados, assassinados, ameaçados por flanelinhas, moradores de rua, etc. 2 – Não podemos ver as notícias que acontecem na cidade, no país e no mundo, sem restrições, uma vez que temos um grupo de mídia que seleciona o que podemos ver, saber e ouvir e pior incentivar usos e costumes, mesmo afrontando a moral e os bons costumes tradicionais, sem nenhum questionamento dos órgãos controladores de concessão pública e entidades religiosas e comunitárias. 3 – As leis que protegem os bandidos, os desocupados e os desonestos encurralam o cidadão que anda dentro da lei, trabalhando para o sustento da família e de si próprio, sem a garantia de segurança nem de (mesmo pagando por isso), ter uma boa educação para os filhos, assistência de saúde e segurança. Existe uma onda de deixar a vida rolar enquanto nossos filhos estão morrendo, sendo estuprados, sendo aliciados por malandros para as drogas e o crime. Sempre se ouve falar na mídia que falta policiamento, o que não é verdade: A polícia prende, mas as leis atuais obrigam os juizes a soltar. Estamos sendo governados através de leis votadas por um Congresso composto por pessoas comprometidas com o crime, pessoas oriundas de votos de caciques, empresários e até grandes traficantes. A falta de isenção maculou a imprensa, onde a falta de formação dos repórteres, apresentadores (formadores de opinião) apadrinhados, sem concurso, deformam a mente do cidadão sem acesso a uma boa escola. As emissoras de televisão normalmente pertencentes a grupos econômicos com interesses escusos e usura política e financeira se aproveitam dessa maioria para disseminar idiotices e maus costumes, alimentando a violência, a promiscuidade e a falta de respeito entre os seres da sociedade. As redes sociais, mostram a falta de cultura dessa sociedade, escancara os desvios de conduta dos seres humanos e nos deixa sem saber qual o rumo, qual o futuro dessa sociedade, infestada de drogados, criminosos e corruptos, que usam a mídia para dominar os poderes e a mente do povo. As notícias são discriminatórias, basta prestar atenção. O programas e as noticias boas são referentes ao próprio grupo de jornais, radio ou tv. Aos políticos do outro lado, a crítica ou escândalos. No entanto, vemos que esse mesmo grupo é o que mais prejudica o povo, cospe nas leis. Veja o caso das operadoras de telefonia, tvs a cabo, internet banda larga, empresas de engenharia e transporte. O povo precisa começar a mudar de canal, precisa rejeitar esses jornais distribuídos gratuitamente nas ruas, essas revistas que se acumulam nos consultórios médicos e dentários Existem outras alternativas, como canais de tv como Tv Câmara, Tv cultura, Tv senado, Tv Brasil, Tv Senai, etc, que trazem cultura e coisas mais interessantes com diversidade de divertimento para toda a família.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

OS MOVIMENTOS SOCIAIS PERDEM FORÇA COM O NOVO CONGRESSO

PRECONCEITO NÃO É COISA MODERNA