sexta-feira, 28 de março de 2014

É HORA DE PENSARMOS NO QUE DIZ A MÍDIA!

Estamos em época de eleição no Brasil. E é principalmente nessa época que se percebe o quanto a nossa imprensa é ditatorial e corrupta. Não adiantam os diversos veículos de comunicação, os grandes nomes de jornais. O dono é um só. O pensamento é um só. A fonte é uma só. Num país onde se propaga que vivemos uma Democracia, os direitos de uns são maiores que os dos outros. Os bandidos, os espertalhões, os políticos e grandes empresários, criam sua própria lei. Os grandes operadores de Telefonia, TV a cabo e de Jornais criaram suas próprias leis. As Escolas particulares e grandes faculdades, também. Até os grandes traficantes, times de futebol, empresa de segurança, entraram nessa grande fatia de corrupção. O nosso Congresso, eleitos e bancados com o dinheiro desses grandes grupos, virou o escritório e a residência perpétua desses agentes econômicos, políticos com mais de trinta anos de mandato, pagos para manterem as coisas do jeito que estão e para impedirem que algum idealista de última hora, venha a mudar alguma coisa. Fala-se muito do “clamor das ruas”. Que clamor é esse se o povo está contaminado pela imprensa idiota, que inunda nossos meios de comunicação com futilidades de “famosos”, “Realitys”, e músicas que degradam as mulheres e pregam a bebedeira. A opção é a propaganda dos feitos dos bandidos em rede nacional, programas de violência nas grandes cidades, estupros e seqüestros, sem que os autores sejam punidos e as vítimas são ridicularizadas. E em linha paralela, os comunicadores, advindos de uma Escola de analfabetos que recebem diplomas sem nem mesmo saberem como escrever corretamente, tentam pregar o que não sabem pois não estudaram e a cada dia que passa, se sabem alguma coisa, são proibidos de dizer, por ordem “superior”. As Tvs a cabo, que seria a nossa “válvula de escape”, onde poderíamos adquirir maior conhecimento e serviriam para educar os que tem esse privilégio, por motivos econômicos estão caindo na mesma linha de desinformação e repetindo filmes e documentários que não tem conteúdo para mudar o “status quo”. E os governos e pessoas que não compactuam com essa parafernália, vão ficando de fora do processo. As pessoas honestas e de bom senso vão ficando isolados. A moda é se falar de culinária, para um povo que mal tem tempo de comer um sanduíche do McDonald, com Coca-Cola, ou Suchi. A alimentação, arroz e feijão que nos sustentava, agora vai sendo trocada por suco de caixinha e salgadinhos, para que os donos de Clinicas dos Planos de Saúde, possam enriquecer a cada dia mais, sem que os médicos sejam reciclados e atualizados, porque eles também são vítimas do péssimo ensino universitário e ainda reféns dos mesmos planos de saúde e dos fabricantes de remédio. Por isso que estou desconfiando desses assaltos a fazendeiros e chacareiros, pelos ditos “sem terra”. Deve ser para que ninguém consiga viver em um ambiente saudável e fuja das garras dos hospitais particulares e planos de saúde.

Nenhum comentário:

ESTAMOS A CAMINHO DA DEVASTAÇÃO DO PLANETA?

Viajando pelas estradas da Bahia e Minas Gerais, no fim de julho último, passei horas ao lado de minha garota Luci, curtindo belas e verdes ...