OS MOVIMENTOS SOCIAIS PERDEM FORÇA COM O NOVO CONGRESSO

Os movimentos sociais que defendem a criminalização da homofobia, a união entre pessoas do mesmo sexo, os direitos dos Índios nas demarcações de terra, perderão muito de sua força com o novo congresso depois dessas eleições de outubro. Os grandes opositores desses movimentos, pastores, latifundiários e donos de grandes fortunas, agropecuaristas e membros da elite paulista, além de artistas e atletas vinculados aos empresários chegaram ao Congresso neste pleito de 2014. Romário, Ronaldo Caiado, Jose Serra e Reguffe, além dos tradicionais "coronéis" ou seus sucessores e apadrinhados, são maioria num mandato que só restou a favor desses movinmentos sociais a vontade e o interesse da Presidenta Dilma. Outra queda de braço que teremos como povo brasileiro, interessado em muddar as regras do jogo eleitoral corrupto, a almejada 'reforma eleitoral", fica difícil para os proximos oito ou doze anos, principalmemte porque os atuais deputados e senadores, não vão querer abrir mão da chance de reeleição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PRECONCEITO NÃO É COISA MODERNA