terça-feira, 8 de abril de 2014

O COMPORTAMENTO GLOBAL DO ‘COVARDE VIVO”

A cada dia que passa, mais nos deparamos com a covardia dos seres humanos diante da falta de obediência a lei, e do poder sufocante da “máfia da comunicação”. Todo mundo com medo de todo mundo. _ A prática do “Não vi, não sei e tenho raiva de quem sabe” está mais clara e em uso do que nunca. Até a polícia está adotando essa prática. O criminoso está com maior poder que a justiça. Eles têm a justiça deles e que funciona. O mais marcante vem acontecendo há alguns anos na imprensa onde sabemos que todos estão sob censura, todos têm que aceitar as mesmas baboseiras de notícias de “famosos” patrocinadores de colunistas e jornalistas, fuxicos e declarações sobre preferências sexuais e problemas particulares. A Educação, o conhecimento, as orientações úteis e as notícias relevantes sobre assuntos sérios saíram das manchetes dos jornais, dos programas de TV. Até o esporte está contaminado pelo baixo poder de informação dos “profissionais” da área. Os assuntos sobre namoro, noitadas e preferências sexuais de atletas se sobrepõem as noticias sobre sua preparação em relação ao esporte por eles praticado. A imprensa brasileira, está desacreditada pelas notícias que qualquer leigo percebe, são dadas a preço de propina. Blogueiros e colunistas trazem notícias ridículas e sem pé nem cabeça quando se trata de um veiculo de comunicação. Notícias para promover artistas, como a “Fulana Global na festa com a namorada”, “Sicrana Global na praia mostrando um corpão”. “Beltrana declarou que se acha gostosa”. Nas colunas sobre o Brasil, o que se lê é que nós somos o pior país para se viver. A inflação, saúde e a educação têm os piores índices do mundo e que a culpa é desse governo. Os Estados Unidos e a Europa, são os melhores locais do mundo, onde não existem crimes hediondos e nem corrupção. A Copa do Mundo e os campeonatos destes países são os melhores do mundo e todos fizerem os melhores eventos sem nenhum problema de corrupção. Só no nosso país, existem problemas de seca, de fome e de moradores de rua. Os americanos e os seus moradores de rua, são ícones musicais, exemplos de moda e de costumes adotados pelos nossos jovens. É chique ver as estações do Metrô de Londres, de Paris e de Nova York pichados, porque lá isso é cultura. Os nossos ídolos do passado, são citados nos jornais e TV se o assunto for baboseira, se for para criticá-lo, difamá-lo. Nunca como bom exemplo. Nunca como celebridade digna de respeito e admiração. Os erros de linguagem e de digitação numa época de alta tecnologia, ajudam a desinformar a população e não servem nem mesmo como referência gramatical. Precisamos saber se algum dia esse estado de coisas vai mudar. Sei que tudo isso é patrocinado e existe muito dinheiro e interesses escusos por trás. Espero que o tiro não saia pela culatra e os destruidores da consciência nacional não sejam suas próximas vítimas.

ESTAMOS A CAMINHO DA DEVASTAÇÃO DO PLANETA?

Viajando pelas estradas da Bahia e Minas Gerais, no fim de julho último, passei horas ao lado de minha garota Luci, curtindo belas e verdes ...